<< página inicial Angrosfera
Olhar raso de água,
Parado a fitar o céu,
Aturde-me de beleza,
Quando se cruza com o meu.
Lagoa Funda
A Lagoa Funda, é uma lagoa localizada na cratera da Serra de Santa Bárbara, na ilha Terceira, município de Angra do Heroísmo.
Essa lagoa tem uma superfície relativamente pequena, e localiza-se a uma altitude de 900 metros, estando totalmente rodeada por vegetação endémica originária do período Terciário (antigo período da era Cenozóica). A preservada floresta natural da Caldeira da Serra de Santa Bárbara provém, como toda a floresta da Macaronésia, desse período, em virtude das condições climáticas desses Arquipélagos, cuja temperatura era, e é, regulada pelo poder tamponizador do oceano, e, depois do povoamento da ilha, pela inacessibilidade dos locais onde ainda hoje se encontra, constituídos por terrenos sem qualquer interesse agrícola.
A Lagoa Funda faz parte de um mundo perdido que impressiona toda aquele que a vê, não só pela sua singular beleza mas também pelo leito mágico e frágil onde se instalou. O acesso a essa lagoa, não é nada fácil, pois é necessário conhecer-se muito bem os caminhos ou trilhos que lá levam e termo-nos que preparar para uma caminhada de mais do que um par de horas.
Atapetada por musgos, a Lagoa Funda é uma pequena lagoa pristina, de pouca profundidade, localizada num mini-vale vulcânico, numa natureza intocada. A sua presença na Caldeira da Serra de Santa Bárbara contribui para a diversidade de habitats que aí se encontram.
A Caldeira da Serra de Santa Bárbara tem uma diagonal entre 2 e 2,5 km (na parte mais alongada) e uma área próxima dos 16 quilómetros quadrados. Essa caldeira é preenchida por lavas traquíticas que originaram, em termos de relevo, alguns vales, num dos quais se formou a Lagoa Funda. É possível observar-se na Caldeira de Santa Bárbara, a cratera antiga e o enchimento produzido por uma erupção mais recente.
A Caldeira da Serra de Santa Bárbara é uma área muito húmida, que resulta da enorme precipitação directa que aí ocorre, como também da intercepção de nevoeiros (precipitação oculta) pela vegetação.
A Lagoa Funda é a cereja no cimo do bolo, na paisagem edílica da Caldeira da Serra de Santa Bárbara.
Para além da Lagoa Funda, também existe nessa Caldeira, a Lagoa Negra (muito assoreada), com pouca água, mas com uma vegetação lacustre inclinada por acção do vento, como se tivesse sido minuciosamente penteada.
As lagoas da Caldeira de Santa Bárbara situam-se numa bacia endorreica, onde ocorre alguma impermeabilização do solo. A impermeabilização do solo vulcânico é feita pelo plácico que está associado a elevadas precipitações que levam à existência de condições de encharcamento, onde se conjugam condições ombrotróficas com condições minerotróficas (relacionadas com as turfeiras aí existentes). Horizonte plácico, ou plácico, é a designação dada em pedologia aos horizontes endurecidos que aparecem em solos ricos em matéria orgânica, ferro (Fe) e manganês (Mn). Os horizontes plácicos são em geral finos, o que os torna muito sensíveis a sismos ou pequenas perturbações do solo. Os sismos normalmente produzem ruptura do plácico das lagoas, fazendo com estas possam perder água, dando origem a charcos temporários.
O Sismo de 1 de Janeiro de 1980 afectou o imperme da Lagoa Negra na Serra de Santa Bárbara, mas não parece ter afectado o da Lagoa Funda. Quando há quebra do imperme de uma pequena e jovem lagoa, inicia-se um processo erosivo, que provavelmente fechará a fractura produzida, mas até lá, é possível apenas observar uma toalha superficial de água periódica, muito dependente da frequência da precipitação.
As lagoas de Santa Bárbara são efémeras, pois esses lindos espelhos de água são assoreados naturalmente. Assim, há pressa em colher deles belas imagens, autênticas reflexões da criação.

Depoimento em vídeo de Álamo Meneses
Universidade dos Açores
Se não conseguir vizualizar correctamente o video, clique aqui
2009 © Câmara Municipal de Angra do Heroísmo. Todos os direitos reservados Angra do Heroísmo